Humans of New York

Eu sou fascinada pelo trabalho do Brandon, que criou o projeto Humans of New York, e vivo indicando e compartilhando algumas fotos. Além de fotos lindas, as histórias de cada uma delas são capazes de mudar o seu dia e a vida de alguém.

Screen Shot 2015-04-08 at 12.08.03 PM

Brandon foi despedido do emprego em 2010 e decidiu começar a fotografar os habitantes da cidade de Nova Iorque. O objetivo inicial era fotografar 10 mil Nova-Iorquinos, mas ao longo do projeto ele começou a entrevistar as pessoas além de tirar as suas fotos e a escrever pequenos textos sobre elas. Com isso, surgiu o blog e logo em seguida a página no Facebook. 

Hoje, a página do Facebook tem milhões de likes e suas fotos já ajudaram a mudar a vida de muita gente. São muitas histórias marcantes ao longo desses últimos anos, mas uma delas foi para mim a melhor.

No dia 19 de janeiro de  2015, Brandon entrevistou um menino de 12 anos nas ruas do Brooklin, chamado Vidal.

Screen Shot 2015-04-08 at 12.12.38 PM

Ele perguntou ao menino, quem era a pessoa que mais o tinha influenciado  na vida. Para Vidal,  a diretora da escola dele era essa pessoa. Brandon não parou por ai e quis saber o porquê da diretora dele ter essa importância. A resposta de Vidal foi simples e poderosa. Ele disse:

“Quando nós entramos em encrenca, ela não nos suspende. Ela nos chama para a sala dela e nos explica como a sociedade foi construída ao nosso redor. Ela então nos diz que cada vez que um aluno abandona a escola, uma nova cela de prisão é construída. Uma vez, ela fez todos os alunos ficarem em pé e disse para cada um de nós, individualmente, que nós éramos importantes.”

Como professora, ao ler isso chorei. Em questão de minutos (segundos talvez) milhares de pessoas começaram a curtir a foto e a pedir que Brandon contasse mais sobre o menino. As pessoas queriam saber o nome da escola, o nome dessa diretora e tudo mais que fosse possível. Mais de 140 mil pessoas compartilharam a história do Vidal. 

Após tantos pedidos, Brandon conheceu a diretora, foi até a escola e fez uma série de fotografias com histórias da escola, de alunos, professores, diretora e pais. Cada nova foto era curtida por milhares. A história foi parar nos canais de televisão (como o programa da Ellen), diversos outros sites e por consequência, um fundo foi criado para que as pessoas pudessem doar qualquer quantia para ajudar a escola a levar os alunos a conhecer Harvard (um projeto da escola para mostrar aos alunos uma possibilidade de futuro).

Tanto dinheiro foi arrecadado (mais de um milhão de dólares), que a escola pode montar um plano de bolsas de estudos para que todo ano, um aluno possa ir para alguma universidade. A bolsa de estudos se chama Vidal Scholarship Fund e o menino foi o primeiro a ser presenteado com a bolsa.

Fiquei impressionada como as pessoas logo se mobilizaram e se uniram para ajudar essa causa e o quanto essa história mexeu com todos nós. Toda vez que olho as fotos que Brandon fez na escola, quando leio os relatos dos alunos, ex-alunos e equipe de funcionários e professores dessa escola, me emociono. 

Essa semana, uma nova foto gerou comoção. Uma menina dizia que odiava o seu nome porque ele chamava muita atenção para ela. Sendo tímida e por ter recentemente se mudado, ela termia como seria a reação dos colegas da nova escola ao descobrirem o seu nome.

O nome em questão: Beyoncé! Por causa disso, ela conta que sempre que diz seu nome, algum engraçadinho começa a cantar a música Single Ladies. 

Screen Shot 2015-04-08 at 12.16.16 PM

Diferente do caso Vidal, essa história não fez com que pessoas se unissem para doar dinheiro, mas novamente, em questão de segundos, milhares de pessoas se solidarizavam com a menina e compartilhavam o seu sofrimento com o seu próprio nome. Até o momento 295 mil pessoas curtiram a foto e ela foi compartilhada mais de 21 mil vezes.  Aqui algumas das pessoas que simpatizaram com a Beyoncé.

Screen Shot 2015-04-08 at 11.46.01 AM Screen Shot 2015-04-08 at 11.46.09 AM Screen Shot 2015-04-08 at 11.46.15 AM Screen Shot 2015-04-08 at 11.46.21 AM Screen Shot 2015-04-08 at 11.46.30 AM Screen Shot 2015-04-08 at 11.46.39 AM Screen Shot 2015-04-08 at 11.46.47 AM Screen Shot 2015-04-08 at 11.47.06 AM

Mais uma vez, fiquei impressionada com a quantidade de gente querendo ajudar essa menina e mostrar para ela que é possível sobreviver um nome desses. Me alegra saber que tem gente que destina alguns minutos do seu dia para deixar algum recado bacana para alguém. 

Não consigo entender as pessoas que se prestam a deixar recados horríveis para pessoas que nem conhecem. Não entendo o que leva uma pessoa a abrir um link de alguma notícia sobre um acidente ou sobre um crime e simplesmente escrever um monte de lixo ali. Me pergunto o que essas pessoas tem de errado, o que aconteceu com elas para tanta coisa ruim sair de dentro delas. Sério, eu realmente não entendo. 

Porém, Humans of New York, tem sido para mim, uma terapia. Poder ver tanta bondade, tanto amor, tanta gente do bem curtindo, comentando e compartilhando histórias fantásticas, me faz perceber que para cada ser que esquece que é gente e que também não é perfeito, existe uma pessoa do bem, disposta a fazer do dia de outra pessoa, um pouco melhor. 

Parabéns ao Brandon que por meio de suas lentes e da sua sensibilidade, compartilha com o mundo um retrato de um mundo melhor. Na minha wish list, o livro do Brandon. 

Com amor, 

Aline

Anúncios

3 comentários sobre “Humans of New York

  1. Adorei o post e também me emocionei com o relato de Brandon.
    Lindo saber que a sensibilidade de alguém pode transformar a vida de muitas pessoas !!
    Carinhosamente,
    Cris

    Curtido por 1 pessoa

  2. Querida Aline,
    Está sendo muito legal ler teus posts…também me emocionei…
    Como professores temos uma responsabilidade enorme frente aos nossos alunos. Que possamos fazer sempre o nosso melhor para deixarmos marcas de POSITIVDADE.
    Com carinho,
    Cris

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s